Home | Cadastro | Nossos Serviços | Contato | Chat Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2022
Conecte-se  /principal :: principal : notícias   
 Nutrientes
 Doenças
 Tipos de Dieta
 Notícias

Frase
Crie o hábito de, logo pela manhã, traçar, por escrito, um plano para o emprego do tempo. E não desvie do traçado.
Victor Civita

 » Adiciona Favoritos

IP Address Location

1 usuários online »»» 1 convidado - mais... Lista de Membros 5627 membros
Notícias - Nutrição e Saúde
  Notícias - Nutrição e Saúde

Índice das Notícias  

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26   

 Notícias
  • Estudo diz que comer feijão pode inibir câncer
    Uma dieta rica em feijão, frutas secas e cereais pode prevenir o surgimento de câncer, segundo uma pesquisa realizada pela University College de Londres e publicada na revista Cancer Research.
    Os cientistas descobriram que estes alimentos contêm um potente composto anti-câncer que bloqueia uma enzima envolvida no crescimento de tumores.

    Segundo os pesquisadores, no futuro pode ser possível reproduzir esse composto em uma droga anti-câncer.

    Os cientistas já vêm explorando há algum tempo a enzima fosfoinositídeo 3-quinase como alvo para o tratamento de câncer, mas encontram dificuldades para desenvolver inibidores do crescimento de tumores por problemas relacionados à estabilidade química e à toxicidade.

    Composto natural

    Os pesquisadores descobriram que um composto natural, chamado inositol pentaquisfosfato, encontrado na maioria dos legumes e também em farelo de trigo e em frutas secas, bloqueia a atividade da enzima.

    Quando eles testaram a ação do composto em ratos com câncer de ovário e pulmão, eles descobriram que ele não somente bloqueava o crescimento dos tumores, mas também melhorava o efeito de outras drogas anti-câncer.

    Leia Mais
    Fonte: BBC

  • Azeite de oliva extra-virgem tem ação de analgésico
    Azeites de oliva de boa qualidade contêm um agente químico natural que age de maneira semelhante a um remédio para a dor, segundo um estudo publicado pela revista científica Nature.
    Segundo o estudo, feito pelo Monell Chemical Senses Centre, da Filadélfia, 50 gramas de azeite de oliva extra-virgem são equivalentes a um décimo de uma dose do analgésico ibubrofen.

    De acordo com os pesquisadores, um ingrediente do azeite age como antiinflamatório.

    Apesar de o efeito não ser forte o suficiente para curar dores de cabeça, ele pode explicar os benefícios da dieta mediterrânea, segundo o estudo.

    O ingrediente ativo – encontrado em maiores concentrações em azeitonas mais frescas – é chamado oleocanthal e inibe a atividade de enzimas envolvidas em inflamações da mesma maneira que outros antiinflamatórios.

    Leia Mais
    Fonte: BBC

  • Dieta saudável diminui risco de Alzheimer
    Adultos que consomem a dose diária recomendada de ácido fólico reduzem "significativamente" o risco de desenvolver a Doença de Alzheimer, de acordo com um estudo feitos nos Estados Unidos.
    A pesquisa da agência americana National Institute on Aging, publicada na revista especializada Alzheimer’s & Dementia: The Journal of the Alzheimer’s Association, analisou a dieta alimentar de 579 voluntários saudáveis, com mais de 60 anos, entre 1984 e 1991.

    Entre os participantes, 57 desenvolveram a doença cerebral. Os pesquisadores observaram que aqueles com altos índices de ácido fólico em suas dietas apresentaram uma chance menor de desenvolver a doença.

    "Os participantes que consumiram a dose diária recomendada de pelo menos 400 microgramas tiveram uma queda de 55% no risco de desenvolver Alzheimer", disse Maria Corrada, que comandou o estudo junto com Claudia Kawas.

    "Embora o ácido fólico parece ser mais benéfico do que os outros nutrientes, a mensagem mais importante deve ser que uma dieta alimentar saudável em geral parece ter um impacto em limitar o risco de ter Alzheimer", adicionou a cientista.

    Leia Mais
    Fonte: BBC

  • Gordura na meia-idade aumenta risco de demência, diz pesquisa
    De acordo com esse estudo, as pessoas obesas na fase dos 40 anos têm 74% mais chances de desenvolver demência do que aquelas com peso normal.

    O risco de desenvolver essa doença em obesos de qualquer idade é 35% maior, segundo a pesquisa que envolveu mais de 10 mil homens e mulheres, em três décadas de trabalho.

    Os resultados estão no jornal especializado British Medical Journal (BMJ).

    Os cientistas alertam para o risco de a atual epidemia de obesidade levar a um grande aumento de casos de demência no futuro.

    Leia Mais
    Fonte: BBC

  • Hormônio da fome pode aumentar memória
    O hormônio que controla a fome, a leptina, pode contribuir para aumentar a memória, de acordo com um estudo realizado na Grã-Bretanha e apresentado nesta terça-feira na conferência anual de Bio Science, em Glasgow, na Escócia.
    O estudo foi conduzido por uma equipe de especialistas nos processos cerebrais que controlam o aprendizado e a memória da Universidade de Dundee, na Escócia.

    A leptina regula a quantidade de comida ingerida, o peso e a necessidade de comer.

    "O hormônio leptina parece ter muita influência no aprendizado e na memória, atuando em uma região do cérebro chamada hipocampo", diz Jenni Harvey, uma das pesquisadoras.

    Leia Mais
    Fonte: BBC

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26   




 Nutrição Esportiva
 Nutrição Materna
 Nutrição na:
 Outros
 Links

 Clique Fome



(avançado...)

Os melhores livros sobre nutrição. Visite e compre seus livros
      [ processado em: 2,24 segundos.]  privacidade | licença | © 2001, Dammous.