Home | Cadastro | Nossos Serviços | Contato | Chat Segunda-feira, 26 de Agosto de 2019
Conecte-se     
 Nutrientes
 Doenças
 Tipos de Dieta
 Notícias

Frase
Dinheiro é algo singular. Equipara-se ao amor como a maior fonte de prazer do homem; e à morte, como sua maior fonte de ansiedade.
John Kenneth Galbraith

 » Adiciona Favoritos

IP Address Location

3 usuários online »»» 3 convidados - mais... Lista de Membros 5613 membros

Ômega 3 X Acidente Vascular

Ingestão de peixe e ácidos graxos ômega 3 e risco de acidente vascular em mulheres

Intake of fish and omega-3 fatty acids and risk of stroke in women

Hiroyasu Iso, MD, PhD; Kathryn M. Rexrode, MD, MPH; Meir J. Stampfer, MD, DrPH; JoAnn E. Manson, MD, DrPH; Graham A. Colditz, MD, DrPH; Frank E. Speizer, MD; Charles H. Hennekens, MD, DrPH e Walter C. Willett, MD, DrPH

Histórico: a
lguns estudos prospectivos demonstraram uma associação inversa entre a ingestão de peixe e o risco de acidente vascular, mas nenhum deles examinou a relação entre a ingestão de peixe e do ácido graxo poliinsaturado ômega 3 com o risco de subtipos específicos de acidente vascular.

Objetivo: examinar a associação entre a ingestão de peixe e do ácido graxo poliinsaturado ômega 3 e o risco de subtipos de acidente vascular em mulheres.

Desenho, contexto e pacientes: estudo de coorte prospectivo em mulheres do Nurses' Health Study com idades entre 34 e 59 anos em 1980, que não tinham um diagnóstico prévio de doença cardiovascular, câncer, história de diabetes e hipercolesterolemia e que completaram um questionário de freqüência alimentar, incluindo o consumo de peixe e de outros alimentos ingeridos com freqüência. As 79.839 mulheres que satisfizeram nossos critérios de elegibilidade, foram seguidas durante 14 anos.

Principais medidas de resultados: risco relativo de acidente vascular entre 1980-1994 comparado por categoria de ingestão de peixe e quintil de ácido graxo poliinsaturado ômega 3.

Resultados: após 1.086.261 pessoas-anos de seguimento, foram documentados 574 incidentes de acidentes vasculares, incluindo 119 hemorragias subaracnóideas, 62 hemorragias intraparenquimatosas, 303 acidentes vasculares isquêmicos (264 trombóticos e 39 infartos embólicos) e 90 acidentes vasculares de tipo indeterminado. Entre os infartos trombóticos, foram identificados 90 infartos oclusivos de uma artéria grande e 142 infartos lacunares. Quando comparadas com as mulheres que comeram peixe menos de uma vez por mês, as mulheres com uma ingestão maior de peixe apresentaram um risco menor de acidente vascular global: os riscos relativos multivariados (RRs), ajustados para a idade, tabagismo e outros fatores de risco cardiovasculares foram 0,93 (Intervalo de confiança de 95% [IC], 0,65-1,34) para o consumo de peixe, uma a três vezes por mês; 0,78 (IC de 95%, 0,55-1,12) para uma vez por semana; 0,73 (IC de 95%, 0,47-1,14) para duas a quatro vezes por semana e 0,48 (IC de 95%, 0,21-1,06) para cinco ou mais vezes por semana (P = 0,06). Entre os subtipos de acidente vascular, foi encontrado um risco significativamente reduzido de infarto trombótico em mulheres que comeram peixe duas vezes por semana ou mais (RR multivariado, 0,49; IC de 95%, 0,26-0,93). As mulheres dos quintil mais elevados de ingestão de ácidos graxos poliinsaturados ômega 3 de cadeia longa tiveram um risco reduzido de acidente vascular total e infarto trombótico com RRs multivariados de 0,72 (IC de 95%, 0,53-0,99) e 0,67 (IC de 95%, 0,42-1,07), respectivamente . Quando estratificada pelo uso da aspirina, a ingestão de ácido graxo poliinsaturado ômega 3 e de peixe se associou inversamente com o risco de infarto trombótico, especialmente em mulheres que não tomavam aspirina regularmente. Não houve nenhuma associação entre a ingestão de peixe ou de ácido graxo poliinsaturado ômega 3 e o risco de acidente vascular hemorrágico.

Conclusões: nossos dados indicam que o consumo maior de peixe e de ácido graxo poliinsaturado ômega 3 está associado com um risco reduzido de infarto trombótico, especialmente em mulheres que não tomam aspirina regularmente, mas não está relacionado com o risco de acidente vascular hemorrágico.

Fonte:http://www.connectmed.com.br

Voltar à página anterior


 Nutrição Esportiva
 Nutrição Materna
 Nutrição na:
 Outros
 Links

 Clique Fome



(avançado...)

Os melhores livros sobre nutrição. Visite e compre seus livros
      [ processado em: 2,31 segundos.]  privacidade | licença | © 2001, Dammous.